Uma nova temática na área de turismo poderá gerar muitas receitas para o turismo de Portugal, é o que aponta um estudo encomendado pela Associação Empresarial Portuguesa (AEP) – Câmara de Comércio e Indústria e pelo Health Cluster Portugal (HCP). Ficou curioso? Pois trata-se do Turismo de Saúde e Bem-estar, e o estudo estima que este nicho poderá contribuir com mais de 400 milhões de euros por ano para a economia portuguesa, em 2020.

portugal-turismo-bem-estar

Veja abaixo um vídeo muito interessante que fala sobre o Turismo de Bem Estar em Portugal:

O foco principal em Portugal concentra-se nos SPAs, talassoterapia e termas. Quanto ao turismo médico, as estimativas são mais discretas e apontam que as receitas passarão dos 19 milhões de euros, em 2016, para 94,6 milhões de euros, em 2020. Isso deve-se ao facto de que Portugal apresenta em alguns tipos de tratamentos médicos e cirurgias, preços mais elevados do que os preços praticados em outros países da Europa. Um dos exemplos citados foi o preço de uma cirurgia às cataratas que em Portugal custa por volta de 2.500 Euros, e na Alemanha custa por volta de 980 Euros, menos da metade do que o cidadão alemão pagaria em Portugal.

No turismo médico a sugestão são países como Reino Unido, Alemanha, França, Espanha, Holanda, Suécia e a Áustria. O estudo aponta também que os alemães serão principais clientes de turismo de bem-estar, sendo este o nicho que se apresenta como ponto forte de Portugal.

Veja a notícia completa em: – Público