Kilimanjaro na Tanzânia

Já imaginou em plena África encontrar em um só local uma exuberante natureza, safáris de tirar o fôlego, uma montanha coberta de neve, cultura diversa e uma ilha paradisíaca? Se a resposta foi não, certamente você ainda não visitou a Républica unida da  Tanzânia. Um país que fica na parte leste da África e que certamente vai te surpreender.

Uma das atrações da Tanzânia é Serengueti, que significa planície sem fim. É aqui o habitat dos últimos animais selvagens da África; aqui ocorre a grande migração, um espetáculo indescritível. Eles atravessam a fronteira da Tanzânia com o Quênia e fazem um espetáculo formidável. Você ainda pode escolher ver essa beleza do alto da planície ou por terra, nos jipes; neste último caso, os animais caminham por entre os carros.

Em Serengueti a caça é proibida e os safáris são apenas fotográficos. O melhor período para ir é em junho e é aconselhável você dividir o safári em duas etapas, de manhã e a tarde já que você verá animais diferentes.
Outro ponto a ser visto é Cratera de Ngorongoro e seus 18 quilômetros de diâmetro. Ela forma um verdadeiro ecossistema auto-suficiente e isolado de todo o resto. Aqui é o local para quem busca ver o safári fotográfico o ano todo.

Já o ponto mais alto da Tanzânia e de toda África é sem dúvida o Kilimanjaro, com seus quase 6 mil metros de altura. Aqui é o paraíso para os amantes do alpinismo, embora a subida até o topo não seja difícil de ser feita. Ótimo para quem procura um pouco de aventura.

Kilimanjaro na Tanzânia - crédito foto cjasik

E por fim, Zanzibar é a ilha da Tanzânia. Ela tem características culturais e naturais únicas e é o local que mais exportador de cravo-da-índia, ou seja, prepare-se para uma mistura de cheiros. As praias aqui são em sua maioria desertas e voc~e pode reparar que as portas das casas tem entalhes típicos, que faz com que você reconheça que aquela casa pertence à ilha.

Bandeira da Tanzânia

Algumas informações úteis da Républica Unida da Tanzânia:

Um país da África Oriental, limitado a norte pelo Uganda e pelo Quénia, a leste pelo Oceano Índico, a sul por Moçambique, pelo Malauí e pela Zâmbia e a oeste pela República Democrática do Congo, pelo Burundi e por Ruanda. O país inclui também o arquipélago de Zanzibar, no Índico.
A Tanzânia é o 31º maior país do mundo em tamanho, uma dimensão comparável à Nigéria.
Para o norte e oeste são os Grandes Lagos como o Lago Vitória (o maior lago da África) e o Lago Tanganica (o lago mais profundo da África, conhecido por suas espécies únicas de peixes).
Independência do Reino Unido
– Tanganica 9 de dezembro de 1961
– Zanzibar 10 de dezembro de 1963
– Unificação 26 de abril de 1964
Brasão de Armas da Tanzânia
O Tanganhica (a parte continental da actual Tanzânia) foi uma colónia alemã desde a década de 1880 até 1919, quando foi entregue ao Reino Unido, na sequência da derrota da Alemanha na Primeira Guerra Mundial; Zanzibar, a sua parte insular, era um sultanato independente, que se tornou um protectorado britânico na mesma altura.
O Tanganhica tornou-se independente em 13 de Dezembro de 1962 e, em 26 de Abril de 1964, uniu-se ao Zanzibar para criar a República Unida da Tanzânia. Dentro do acordo de união, quando o Presidente da República é originário do continente, o Vice-Presidente é um nativo de Zanzibar.
Língua oficial da Républica Unida da Tanzânia: Inglês e suaíli
Capital da Républica Unida da Tanzânia:
. Dodoma (constitucional)
. Dar es Salaam (sede do governo)
Moeda da Républica Unida da Tanzânia: Xelim tanzaniano (TZS)
Fuso horário (UTC+3)
Clima Tropical e semiárido
Cód. telef. +255
Cód. Internet .tz

(Alguns dos dados sobre a Tanzânia foram recolhidos da Wikipédia )