Museu Imperial de Petrópolis - Foto de Alexandre Machado (Wikipédia)

A cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro, além de ser um local procurado pela beleza ainda é a cidade que abriga o Museu Imperial, também conhecido como Palácio Imperial. Na verdade o Museu Imperial de Petrópolis nada mais é do que um museu histórico-temático, que fica localizado no centro histórico de Petrópolis. O local servia como Palácio de Verão de Dom Pedro II.

A propriedade onde hoje se encontra o Museu Imperial, situada na cidade de Petrópolis,  foi comprada pelo Imperador Dom Pedro I, mas não chegou a construir a residência de verão. Só quando Dom Pedro II herdou as terras é que o plano de fazer um palácio de verão ficou concretizado.

Museu Imperial de Petrópolis – Foto de Alexandre Machado (Wikipédia)

Depois da proclamação da república, o local virou um colégio, foi então que um dos alunos do local, Alcindo de Azevedo Sodré começou os planos para transformar o palácio em museu. Isso se concretizou em 16 de março de 1943, através de um decreto instaurado por Getúlio Vargas.

No interior do Museu Imperial de Petrópolis ainda está preservada grande parte da decoração original, então você pode ver os pisos feitos de pedras novas, a mobília e os candelabros; tudo preservado para que o visitante tenha a exata sensação de quando o palácio ainda era habitado. O Museu Imperial de Petrópolis é o museu mais visitado de todo o Brasil.

Quem vai até Petrópolis e visita o Museu Imperial vai encontrar um rico acervo, composto por peças ligadas a monarquia do país que vão desde mobília, passando por documentos, obras de arte e chegando a ter até mesmo objetos pessoais. Na pintura o destaque é certamente a Fala do Trono, um retrato de Dom Pedro II na abertura da Assembléia Geral.

Fala do Trono – Wikipédia

Nas jóias, o destaque é para a coroa de Dom Pedro II, criada especialmente para a coroação do jovem imperador. Mas além da coroa, você pode ver um cofre de bronze dourado, um conjunto de porcelana, entre outros.

O acervo do Museu Imperial  de Petrópolis é dividido em salas: A Sala de Jantar abriga os moveis e louças; na sala de música estão os instrumentos musicais e a mobília de jacarandá. A sala de Estado é a mais importante do palácio e era onde Dom Pedro recebia todas as visitas, aqui estão o trono e os vasos, porcelanas, espelhos e consoles todos decorados.

Já o Gabinete de Dom Pedro II está repleto de instrumentos científicos e livros; aqui era onde o imperador passava a maior parte do dia e você pode ver o primeiro telefone do Brasil, além de objetos como luneta e retratos pintados de familiares; toda a gama de objetos pessoais do imperador.

Ainda há o aposento das Princesas que estão preservados como ambientes originais e a Sala de visitas da Imperatriz, onde também toda a mobília e decoração original foi preservada e conservada. E por fim, a biblioteca do Museu Imperial de Petrópolis tem quase 500 mil volumes e é uma das maiores coleções do país.

Por tudo isso você pode perceber que se for ao Rio de Janeiro não pode deixar de conhecer a cidade de Petrópolis onde se encontrar o bélissimo Museu Imperial, um passeio magnifico que une cultura, história e um dos melhores climas do estado do Rio de Janeiro! 🙂