Amaury Jr. - Museu do coração - Foto oficial site Amaury Jr. ©

O primeiro transplante de coração foi realizado em 1967, pelo médico Sul-Africano, Dr. Christiaan Barnard. O centro cirúrgico onde foi realizada a cirurgia,  foi transformado em museu, no hospital Groote-Schuur, na Cidade do Cabo; e encontra-se aberto a visitação pública. O local atrai milhares de visitantes anualmente, dentre estes turistas estrangeiros encontram-se curiosos pelo tema e médicos de todo o mundo,  ávidos por conhecer mais sobre a história deste grande feito na medicina.

Amaury Jr. – Museu do coração – Foto oficial site Amaury Jr. ©

Segundo registros documentados, o Lituano Louis Washkansky de 53 anos, que morava na África do Sul, foi quem recebeu o coração doado por Denise Darvall, 25 anos, falecida após ter sido atropelada. Após o transplante, Louis Washkansky sobreviveu apenas 18 dias, indo a óbito devido a uma infecção pulmonar;  entretanto, a cirurgia realizada por Dr. Barnard comprovou que era possível fazer o coração de uma pessoa recentemente falecida, voltar a bater dentro de outro corpo humano. Atualmente em 2012, a técnica utilizada pelo Dr. Barnard, prevalece.

Assista o vídeo abaixo e conheça mais sobre o museu:

Amaury Jr. – Museu do coração – Foto oficial site Amaury Jr. ©

O Museu do Coração – Dr. Christiaan Barnard foi mostrado recentemente na televisão brasileira, no Programa Amaury Jr., através da Rede TV, onde foi possível ter uma idéia sobre o que está exposto no museu. O centro cirúrgico contém bonecos em tamanho real em simulação a cirurgia efetuada para o primeiro transplante de coração do mundo. O turista também poderá ter acesso a uma réplica exata do consultório do Dr. Barnard, bem como a um quarto de hospital onde ficou internado o receptor do coração Sr. Louis Washkansky.

Fonte e Imagens:

– Programa Amaury Júnior – Rede TV

Heart of Cape Town

Amaury Jr. – Museu do coração – Foto oficial site Amaury Jr. ©