Povo alegre, cultura rica, origens antigas. Tudo o que um viajante procura para se sentir a vontade em no país que vai visitar. Angola reúne tudo isso e muito mais. Na verdade o país é considerado um pedaço do Brasil na África. Só no ano passado mais de 87 mil pessoas visitaram o país.

Sua beleza natural é o grande chamariz para quem busca uma viagem diferente e exótica; de encher os olhos. São 37 área protegidas, 6 parques nacionais, 1 parque natural, 2 reservas naturais e 4 reservas parciais. Natureza é o que não falta.

A capital de Angola, Luanda tem uma vida noturna muito agitada com bares e boates para nenhum visitante botar defeito. As festas começam no início da noite e só terminam com o raiar do dia. Quem curte uma boa balada ou a vida noturna não pode ficar de fora. As músicas que mais tocam por lá são a brasileira, cubana, tecno e as internacionais dançantes. Se você quer se divertir, é bom dar uma passada pelas casas Miami Beach, Bahia, Aquarius, Bingo e Palos.

Outro local que tem que ser visitado é o Parque Nacional de Kissama, na província do Bengo. É o local com a melhor estrutura para receber os turistas e contam com os mais diversos animais da fauna africana.

Já o Parque Nacional do Iona, no deserto do Namibe também reúne uma incrível quantidade de animais para os visitantes observarem. Não recebe tantos incentivos do governo, mas não deixa nada a desejar para quem o visita.

Para quem curte uma boa praia, há também ótimas opções como Mussulo que fica ao sul de Luanda e é envolvida por pequenas ilhas e o visitante escolhe se quer ficar nas águas calmas do continente e praticar esportes náuticos ou no mar mais agitado do lado oceânico com ondas quebrando junto a praia de areia branca.

Outra praia famosa é a de Palmeirinhas, ao sul da capital, onde fica a base do Miradouro da Lua, que é uma formação de falésias onde há uma bela vista do mar angolano, principalmente no pôr-do-sol. E por a província de Benguela que abriga as praias de Caota, Caotinha, Baía Azul e Baía Farta.

A temperatura média do país gira em torno dos 23°C, mas quem for visitar o país deve andar sempre com o protetor solar, pois a brisa litorânea dá a sensação de que o sol é menos agressivo do que na realidade é.