Se você é brasileiro e pretende ir a turismo para Portugal é bom aprender a falar o português como se fala em Portugal, ou ao menos  conhecer algumas expressões utilizadas em Portugal para não se ver em situações difíceis. Numa versão bem humorada, o livro ‘Schifaizfavoire’ de Mário Prata (Ed. Planeta) traduz, ou transporta o português de Portugal para o português falado pelos brasileiros. O livro foi editado pela primeira vez em 1993, e em 2011 foi reeditado e ganhou uma versão ampliada, acrescida dos  comentários e observações do português Sr. José Blanco, que ao ler pela primeira vez o livro ‘Schifaizfavoire’ decidiu escrever ao autor comunicando-lhe as próprias observações como português acerca do que havia sido escrito no livro.


Na verdade o livro ‘Schifaizfavoire’ acaba por ser uma coletânea de crônicas onde bem humoradamente,  Mário Prata tenta definir algumas expressões idiomáticas de Portugal. Expressões estas que dão um verdadeiro nó na cabeça de qualquer brasileiro. Como se não bastasse as expressões diferenciadas, os brasileiros também têm que ‘apurar’ os ouvidos, ou seja, prestar bastante  atenção, dado que o português fala ‘mais fechado’ e puxa os ‘s’; o que por vezes dificulta o entendimento entre ambos os povos. O livro pode ser lido rapidamente, já que se trata de uma escrita leve e divertida; garanto que serão bons momentos de diversão, em especial para quem já conhece Portugal e passou por alguma situação difícil semelhante as descritas no livro.

Vejamos abaixo alguns trechos do livro Schifaizfavoire:

Piri-Piri: Pimenta forte;
Mota: Moto;
Piroso: Cafona;
Leitor de cassetes: Gravador ou Toca fitas;
Boléia: Carona;
Borla: De graça;
Borrego: Carne de carneirinho;
Coima: Multa;
Alcatifa: Carpete;
Caril: Curry;
Carcaça: Pãozinho que se fazem sanduiches;
Carregar: Apertar;
Escaldão: Queimar-se na praia;
Esquadra: Delegacia de polícia;
Estendal: Varal;

Bem esta foi uma pequena amostra, que tal você comprar o livro e aprender mais? ,)