Para quem procura um país misterioso por completo tem que ir a Índia. Lá está o encontro de milhares de religiões, crenças, lendas e culturas diferentes. Uma cultura extraordinária rodeada por cores, templos e as famosas vacas sagradas. Isso sem contar com a superpopulação – literalmente falando e a alta tecnologia que entra em contraste com as pessoas medievais.

A Índia é tudo isso e muito mais, um enigma vivo no qual é preciso percorrer passo a passo para se entender totalmente o que se passa naquele país. Segundo os indianos o país preenche corpo e alma de qualquer pessoa, preenche todos os sentidos.

Na Índia se respira toda a história do Yoga, Ayurveda e Meditação. É por isso que neste país há a possibilidade de se abrir para o seu interior e testemunhar a experiência da serenidade e das tradições nos rios e lagos que são ditos sagrados para eles.

Além de toda essa viagem os palácios são totalmente cinematográficos; algo que só vendo para crer. Já a tradicional figura dos Rajputs (os guerreiros medievais) ainda pode ser reconhecida nas vestes masculinas. As mulheres transformar a paisagem pastel com suas túnicas coloridas. É de encher os olhos esse contraste perfeito.

Se você pensa em conhecer essa beleza exótica e relaxante, programe-se para passar pelas cidades principais que são a capital Nova Delhi, Agra que abriga o famoso Taj Mahal, Jaipur que é uma cidade cor de rosa, Ranakpur que abriga os templos milenares, Jodhpur uma cidade azul e Udaipur a Veneza do Oriente.

O clima da Índia em outubro e novembro é seco com temperatura agradável, mas recomendam a levar um casaco para a noite já que as temperaturas tendem a cair. As roupas que você deve levar tendem a serem mais conservadoras (principalmente para as mulheres); se puder leve algum tipo de sapato que dê para tirar e colocar facilmente, já que é necessário retirá-los em templos e alguns monumentos.

Por favor só não vá se banhar nas águas do Rio Ganges (Varanasi), apesar de dizerem que  o rio é sagrado, é lá que  famílias de alto poder aquisitivo  incineram os corpos de familiares falecidos. Os que não tem dinheiro para comprar lenha suficiente para incenerar os corpos ainda assim tentam, nem sempre os corpos queima até o fim,  por isso comenta-se que em  certos trechos do rio é possível ver restos de corpos a flutuar. Infelizmente esta não é a Ìndia que é mostrada pela midia, enfim fica aqui o ‘aviso’.

Prepare-se também para encontrar um trânsito caóticos e sem sinalização, por isso todo cuidado é pouco caso você não queria ser atropelado. Os hindus não comem carne de vaca por ser considerado um animal sagrado, por isso se você cruzar com uma a passear ao seu lado nas ruas, não se assuste. É comum também encontrar macacos a perambular pelas ruas.

Se você está pensando em ir a Índia, pense bem se está disposto a experiências deste genero.