Narva - Foto de Kulmalukko - Wikipédia

A Estônia é outro país europeu cheio de diversidade e de cultura. Se você procura uma cidade medieval para suas férias, este é o local certo. A Estônia limita-se com o golfo da Finlândia, Russia e Letônia. A localidade é um  destino não muito procurado, mas que tem uma boa diversidade de rotas turísticas para quem visita o continente europeu e quer fugir dos destinos lotados.  O principal destino para quem chega à Estônia é sua capital, Tallin. Uma cidade que preserva todo o charme e riqueza dos séculos XIV e XV. Aqui o centro velho, as torres medievais e as ruelas estreitas são o destaque; então saia andando pela cidade para poder sentir o clima e contemplar a arquitetura.

Narva - Foto de Kulmalukko - Wikipédia

O inverno na Estônia é rigoroso, sendo a média em Fevereiro  de -9 °C, a primavera é suave e com poucas chuvas. O verão é relativamente quente, a média em Julho é de +16 °C, e o outono é longo e ameno. A temperatura média ao longo do ano na Estónia fica entre 4,3 °C e 6,5 °C.

Na capital da Estônia ainda há o Castelo Toompea,a catedral ortodoxa russa, a catedral luterana e a torre Kiek-in-de-Kök. Há ainda o palácio Kadriorg, construído no reinado do czar Pedro, o Grande; ele fica no parque de mesmo nome.

Tallin - Foto de Gunnar Bach Pedersen - Wikipédia

Na capital ainda tem um charmoso restaurante, o Olde Hansa. Ele é todo decorado em estilo medieval e atrai todo o tipo de turista curioso para ver como o local é. A iluminação é toda a base de velas e é servido pratos de caça, acompanhados de cereais; tudo lá remete a Idade Média, desde o ambiente, a comida e as roupas, sim, ele servem os pratos todos vestidos como se estivessem na Idade Média. E não deixe de experimentar a carta de cervejas do local, já que a Estônia não produz vinho.

Igreja Ortodoxa em Tallin - Foto de Georg Mittenecker - Wikipédia

Outro local a ser visitado é Saaremaa, a maior ilha da Estônia e a que oferece tranquilidade e uma bela paisagem rural. Já em Kuressaare, há um castelo do século XIII, uma reserva botânica onde você pode observar os pássaros e as plantas da Estônia e de outras regiões do mundo.

Não deixe de visitar Tartu, a segunda cidade mais importante do país. Ela é pequena e pouco habitada, então aqui é o local para a tranquilidade. Passe também por Narva que tem um belo castelo medieval que já vale por toda a viagem.

Pinheiros na Estônia (Männiku) - Foto de Marcus Vegas - Wikipédia

Extensas áreas de floresta intocada no território estoniano permitiram a sobrevivência de uma grande quantidade de lince europeu, javalis selvagens, ursos pardos, lobos e alces, dentre outros animais.  A maior população de ursos pardos pode ser encontrada no nordeste da Estônia nos condados de Ida  e Lääne Viru. A Estônia é o habitat de 450-550 ursos pardos, 600-800 linces e 100-150 lobos.

A Estônia tem uma dúzia de parques nacionais e áreas de proteção, incluíndo o Parque Nacional de Lahemaa, o maior parque do país, na costa norte. O Parque nacional de Sooma, próximo a Pärnu, é conhecido por seus antigos pântanos. Por isso você já imagina que tem muita coisa bonita para ver na Estônia. Aliás  a parte mais interessante de se escolher destinos turísticos não tão famosos é calma, tranquilidade, e locais ainda inexplorados para se conhecer. 🙂 Por isso nas próximas férias que tal escolher a exótica Estônia?

Pontos Turísticos da Estônia:

– Lago Peipsi
– Igreja de Santo Olavo
– Ópera Nacional em Tallinn
– Igreja Ortodoxa em Tallin
– Parque nacional de Sooma
– Parque Nacional de Lahemaa

Site interessante sobre a Estônia: – Visit Estônia