Raramente foco minha atenção em algum tema relacionado a Alemanha, porém diante do Museu Pergamon em Berlin é impossível ficar impassível. O mesmo encontra-se em 39º lugar na lista dos 100 museus mais visitados do mundo, informação baseada em “números de ingressos nos museus em todo o mundo  do ano de 2009”, divulgada pela The Art Newspaper.

O projeto arquitetônico do Museu Pergamon em Berlin foi desenhado por Alfred Messel e Ludwig Hoffmen, e a inspiração para faze-lo nasceu no bélissimo Altar de Pérgamo, obra arquitetônica dedicada a Zeus, construída no século II a.C. na cidade grega de Pérgamo (atual Bergama, na Turquia). Partes do Altar de Pérgamo encontram-se abrigadas atualmente no Museu Pergamon.

Museu Pergamon - © Raimond Spekking / CC-BY-SA-3.0 (via Wikimedia Commons)
Museu Pergamon – © Raimond Spekking / CC-BY-SA-3.0 (via Wikimedia Commons)

O Museu Pergamon em Berlin demorou 20 anos para ser finalizado em 1930, e hoje encontra-se dividido em 3 partes:

* Arte da Antiguidade Clássica

Onde encontram-se exemplares de escultura e arte greco-romana, o Altar de Pérgamo e as Portas do Mercado de Mileto.

Porta de Ishtar - Atribuição: © Raimond Spekking / CC-BY-SA-3.0 (via Wikimedia Commons)
Porta de Ishtar – Atribuição: © Raimond Spekking / CC-BY-SA-3.0 (via Wikimedia Commons)

* Museu do Antigo Oriente Próximo

Onde o turista poderá ver a Porta de Ishtar, oitavo portal da cidade mesopotâmica da Babilônia, construída por volta de 575 a.C. por ordem do rei Nabucodonosor II; e uma vasta coleção de arte islâmica.

* Museu de Arte Islâmica

Os visitante poderão ver a fachada do palácio de Mshatta que foi escavado a aproximadamente 30 km sul da atual capital jordaniana, Aman; e hoje encontra-se exposta no museu.

Estando Berlin não deixe de conhecer esta jóia rara! 😉

Saiba mais na página em Inglês: –  Staatliche Museen zu Berlin