Museu de Arte Sacra de São Paulo - Foto de Dornicke (Wikipédia)

Um dos pontos turísticos da grandiosa cidade de São Paulo é o famoso Museu de Arte Sacra de São Paulo. Ele fica localizado no Mosteiro da Luz que foi fundado em 1774 e é considerado hoje um dos mais importantes monumentos arquitetônicos da cidade. Além de estar no coração de São Paulo, no bairro da Luz, o Museu de Arte Sacra de São Paulo tem um excelente acervo de obras de arte religiosa, juntamente com um conjunto de móveis tombados e que fazem parte do cenário nacional e internacional.

O primeiro acervo do Museu de Arte Sacra de São Paulo foi feito pelo primeiro arcebispo de São Paulo, Duarte Leopoldo e Silva. Já na década de 70 o acervo do Museu de Arte Sacra de São Paulo sofreu grandes alterações com a aquisição de peças únicas.

Museu de Arte Sacra de São Paulo - Foto de Dornicke (Wikipédia)

Hoje em dia o acervo do Museu de Arte Sacra de São Paulo está estimado em quase 4 mil peças. As peças são vindas das igrejas e capelas de todo o Brasil e são peças datadas do século XVI e do XX. Além de o acervo ter peças nacionais, há peças que foram trazidas de outras igrejas ao redor do mundo.

Além das imagens sacras, o Museu de Arte Sacra de São Paulo também tem uma mostra de móveis, vestimentas e livros litúrgicos raros. Possui também coleções de altares, oratórios, prataria  e ourivesaria religiosas, jóias, mobiliário, e pinturas. Tudo isso faz com que o Museu de Arte Sacra de São Paulo seja o maior museu do gênero sacro no país.

Mestre Valentim - Foto de Dornicke (Wikipédia)

Um dos destaques da coleção do Museu de Arte Sacra de São Paulo são os lampadários que formam a segunda maior coleção do mundo, sendo apenas superado pelo Museu do Vaticano. Também há a coleção de ícones russos e a coleção de relicários e sacrários belíssimos.

É por tudo isso que o Museu de Arte Sacra de São Paulo é considerado o local onde estão reunidas as mais importantes relíquias coloniais que influenciaram a cultura e marcaram a história não só da cidade de São Paulo, mas do mundo inteiro. Um excelente local para quem gosta de história, cultura e belezas feitas pelo homem em um acervo rico e totalmente conservado.

São Pedro Papa Século XVIII - Foto de Dornicke (Wikipédia)

As regiões mais representadas no Museu de Arte Sacra de São Paulo são feitas pelas obras de países como Bolívia, México, Peru, Chile, Espanha, França, Itália, Polônia, Portugal, Nigéria, Japão e China, além de todas as regiões e estados brasileiros. Realmente o Museu de Arte Sacra de São Paulo é um dos locais imperdíveis para quem visita a cidade de São Paulo e quer conhecer um pouco da história sacra local e internacional.