Segundo os dicionários a palavra Mochileiro significa: Viajante de poucos recursos, cuja bagagem se reduz geralmente a uma mochila, e que recorre geralmente a serviços baratos de alojamento, alimentação e transporte. Mochilagem é a denominação usada para descrever formas de viajar de forma independente e econômica.Porém nem sempre ser mochileiro significa que a pessoa tem poucos recursos, por vezes a pessoa que decide fazer uma viagem deste gênero pode estar em busca de aventura e/ou fazer uma viagem onde possa gerir seu próprio ‘time’ sem o estresse das excursões promovidas pelas agências de viagem. Esses viajantes querem ter independência para escolher quais os atrativos a serem visitados, o tempo de permanência em cada local, os meios de locomoção a serem utilizados, os locais de hospedagem e o percurso a ser seguido.

Os mochileiros podem viajar de avião, ônibus, barco, de bicicleta, comboio, a pé e de moto; por aí logo se vê que ‘ser mochileiro’ é um estilo diferente de viajar e que possibilita ao viajante escolher dentre infinitas opções de transportes, como pretende seguir seu destino.

Guia do Mochileiro

Os mochileiros podem instalar-se num camping, entretanto o mais comum é hospedar-se em albergues ou num hostel. Existem hostels baratos, caros, simples, básicos, elegantes, elaborados, suntuosos, há de tudo um pouco. Alguns hostels tem quartos coletivos, onde dormem muitas pessoas juntas, outros tem quartos separados para moças e para rapazes; alguns hostels tem quarto com banheiro privativo.

Em alguns hostels no preço da diária está incluido o café da manhã, em outros você pode preparar o seu desjejum na cozinha local. Quase todos eles tem área de lazer comunitária onde o hóspede pode ver televisão, ouvir música, ler um livro, e/ou aceder a internet. Os mais sofisticados contam com salas de jogos, piscinas, quadras poliesportivas, bares e até restaurantes.

É bom citar que alguns hostels hospedam apenas estudantes, por isso é bom perguntar antes. Em 98% dos hostels é necessário fazer reserva antecipada, por isso a sugestão para quem deseja ter uma viagem sem o mínimo de contratempos é que se programe com antecedência. Se você se for ficar em um albergue da Hostelling International na Europa ou EUA, é preciso ter a “carteirinha de alberguista”. Se for no Brasil hóspedes sem a carteira podem se hospedar, entretanto os preços são mais altos. Para obter informações sobre a carteirinha entre em contacto com a HI em seu Estado.

O bom de se hospedar num hostel é que para além do preço ser mais atrativo, você poderá fazer novos amigos e conhecer muita gente diferente. Agora se você for do tipo que não dorme bem qualquer lugar, e faz certas exigências para se hospedar em certos lugares, este tipo de local não é indicado para você. Como é óbvio, pode ser que você não encontre o conforto que espera e portanto terá suas expectativas frustradas. Agora se você está aberto a novas experiências e pronto para encarar com bom humor o que vier pela frente, aventure-se e seja feliz! 😉

Ser mochileiro é para quem gosta de curtir a vida, aproveitar os bons momentos e desfrutar do que as oportunidades diferentes podem nos oferecer. Para ‘mochilar’ termo usado pelos mochileiros para viajar, prepare-se com antecedência, antes de tudo escolho o lugar para onde pretende ir, o próximo passo é fazer uma vasta pesquisa pela internet sobre as condições de alojamento local, bem como cultura, passeios, pontos turísticos que deseja visitar, época do ano mais propícia para a viagem, condições climáticas, etc.

Se você decidir viajar para locais com altas altitudes esteja preparado para a aclimatização e assim evitar o famoso soroche, também conhecido como mal de altura ou mal de altitude. O soroche ocasiona na pessoa indisposição geral, seguida de forte dor de cabeça e uma ânsia de vômito incontrolável. Isso deve-se ao fato do organismo apresentar dificuldade em absorver oxigênio para suprir às necessidades do nosso corpo. Nestes casos o mais indicado é fazer com que a pessoa desça o mais rápido possível algumas centenas de metros; e fazer com que ela receba atendimento médico o mais breve.

É bom lembrar que para ser mochileiro é preciso ter equipamento de qualidade, ou seja uma excelente mochila cargueira, bons calçados, casacos adequados ao clima que irá enfrentar, luvas, bonés, gorros, óculos, capa protetora de chuva, etc.

Não esqueça de levar também o kit de sobrevivência que inclui comida, bebidas, kit de primeiros socorros, seus remédios, produtos de higiene pessoal, etc.  Veja abaixo sugestão:

Sugestão de Comida para Mochileiros

Abaixo deivo-vos alguns links muito interessantes para os mochileiros e não só. Neles é possível encontrar muita informação útil para quem pretende ‘mochilar’ e não sabe por onde começar:

–  Diário de Mochileiro

Mochila Brasil – UOL

–  Fórum para Mochileiros