Biblioteca Mafra - Cortesia do IPPAR

Portugal é realmente o país dos destinos surpreendentes, por isso sempre que posso falo sobre os principais pontos turístico deste bélissimo país. Um país rico em história, cultura e que preserva os monumentos e proporciona ao visitante uma belíssima viagem e o resgate dessa história tão antiga. E para quem é fissurado em história como eu e aprecia grandes monumentos feitos pelo homem, não pode deixar de conhecer o Convento de Mafra.

O Convento de Mafra, localizado em Mafra (Portugal) é um dos mais belos destinos para quem visita o país. Ele foi fundado em 1715 com o nome de Convento de Nossa Senhora e Santo António de Mafra.  Ainda há documentos que relatam que o Convento de Mafra foi construído a mando de Dom João V.

Biblioteca Mafra - Cortesia do IPPAR
Biblioteca Mafra - Cortesia do IPPAR

O Convento de Mafra é um dos mais importantes monumentos no estilo barroco português. No conjunto arquictetónico a basílica é tida como o ponto principal de uma longa fachada ladeada por duas torres. Ainda durante o reinado de Dom José foi criado a Escola de Escultura de Mafra, dentro do Convento de Mafra.

Além da beleza arquitectónica e a riqueza dos detalhes no melhor estilo barroco português, o Convento de Mafra ainda possui uma das mais importantes e vastas bibliotecas portuguesa; com cerca de 40 mil livros,  além de várias e diversas obras artísticas que eram encomendadas pelo rei. O Convento de Mafra ainda foi o local escolhido para o exílio do ultimo rei de Portugal, Dom Manuel II, após a proclamação da republica portuguesa, em 1910.

Convento de Mafra  em 1853 - Cortesia da Bibiloteca Nac. de Portugal
Convento de Mafra em 1853 - Cortesia da Bibiloteca Nac. de Portugal

E claro, por ser um local tão antigo e cheio de história, varias lendas surgiram em torno do Convento de Mafra. A mais popular delas diz que ratazanas enormes são capazes de devorar as pessoas que andam por seus corredores e túneis. A outra fala de um túnel que ligaria Convento de Mafra à Ericeira, por onde o reio Dom Manuel II teria escapado do seu palácio para o exílio; mas não há indícios que houvera qualquer túnel que ligasse o Convento de Mafra até o castelo do monarca.

Outro facto curioso para você que visita o Convento de Mafra é a existência de morcegos que moram na biblioteca do Convento de Mafra. Eles chamam a atenção, mas calma que eles não são perigosos, ele contribuem para a preservação do livro já que se alimentam de insetos que podem os danificar.

Para mais informações sobre o Convento de Mafra visite: IPPAR