Chapada dos Guimarães

A Chapada dos Guimarães está localizada cerca de  69 km de Cuiabá, capital do estado do Mato Grosso (Brasil), não confunda com Chapada Diamantina que fica no centro do estado da Bahia. A Chapada dos Guimarães tem cerca de 269 mil km² de território e já foi considerado um dos maiores munícipios do mundo. O ponto turístico da localidade é o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, onde é possível desfrutar em pleno da natureza e deslumbrar-se com a  vasta fauna e flora local. O Parque é aberto à visitação todos os dias da semana, das 8:00 às 17:00 h e é cobrada uma pequena taxa para entrar no parque.

Cachoeira Véu de Noiva – Foto de Jeff Belmonte – Wikipédia

Atrativos turísticos é o que não faltam na região, já que a Chapada dos Guimarães tem mais de 40 sítios arqueológicos, mais de 50 nascentes e cerca de 487 cachoeiras, sendo a mais famosa chamada de ‘Véu de Noiva’ com 86 mts de queda. Melhor impossível, porém aconselho vivamente que para explorar o local, você contrate um guia que conheça bem a região; neste tipo de lugar não é aconselhável aventurar-se sozinho; você pode ir e não saber voltar. Por estar localizada no centro geodésico da América do Sul, a região é tida como mística e beneficiada energéticamente.

Historiadores relatam que há 500 milhões de ano a Chapada dos Guimarães era coberta pelo oceano, visto que foram encontrados no local fósseis de elementos marinhos; por lá já habitaram também  dinossauros e diversos animais atualmente extintos. O local também é conhecido como uma fármacia a céu aberto dado que a flora típica da região é composta por plantas naturais utilizadas na medicina naturopata. Animais como jacaré-coroa-, lobo-guará, e tamanduá-bandeira são visto com frequência na chapada dos Guimarães, e não há turista que não saia de lá encantado com tanta riqueza natural.

O artesanato é o grande atrativo já que se pode encontrar os mais diversos tipos de artes, licores, bordados, palha, etc. Há 9 km do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, o turista poderá encontrar hotéiss, pousadas, restaurantes típicos e lojas de artesanato; para além do posto turístico que oferece toda informação necessária ao visitante.

Dica importante vacine-se contra a febre-amarela 10 dias antes de viajar.