América do Sul - Viagens, Turismo e Férias

As belas Ilhas Malvinas

As belas Ilhas Malvinas
5 (100%) 1 voto

As Ilhas Malvinas  também chamadas Ilhas Falkland, ou simplesmente Falklands, são um arquipélago localizado no sul do oceano Atlântico, na plataforma continental da Patagônia. Ilhas Malvinas ou Ilhas Falkland? Por mais que isso gere controvérsia entre simpatizantes ou não simpatizantes em relação ao nome do arquipélago e demais questões políticas,  esse não é o enfoque do nosso post. Nosso objetivo é apenas falar um pouco sobre essa localidade considerada uma das mais belas regiões do planeta Terra.

As belas Ilhas Malvinas

As Ilhas Malvinas  estão situadas na costa da Argentina, o arquipélago  é o destino ideal para quem busca mistérios,  é um local em que você quase que pode observar a vida selvagem no seu habitat natural. É por isso e muito mais que as Ilhas Malvinas são o destino de muitos turistas. Os turistas geralmente chegam até as Ilhas Malvinas através dos cruzeiros que atracam no Porto Stanley, que fica na capital das Ilhas Malvinas.






O arquipélago, conta com uma área de 12 200 quilômetros quadrados, é composto pela Malvina Ocidental, Malvina Oriental e outras 776 ilhas menores. Como um território britânico ultramarino, as ilhas têm governo próprio e o Reino Unido assume a responsabilidade pela defesa e relações internacionais do território. A capital é a cidade de Stanley, na Malvina Oriental. As Ilhas Malvinas são uma sociedade homogênea, visto que a maioria dos habitantes descendem de imigrantes escoceses e galeses que se instalaram no território em 1833. A língua predominante e oficial das Malvinas é o inglês, sendo que o dialeto local é o inglês britânico; no entanto, os habitantes também falam espanhol e outros idiomas.

As Ilhas Malvinas,  é a também a região ideal para quem busca observar a vida marinha, principalmente os animais aquáticos como os leões-marinhos e golfinhos; não se esqueça de também olhar para o céu, já que os pássaros são um show a parte nas Ilhas Malvinas. Mas o destaque mesmo nas Ilhas Malvinas no quesito observação da vida animal são os pingüins; o melhor local para observá-los no oceano Atlântico.  Os principais pontos turísticos são as ilhas de corais, as praias, locais para mergulhos e diversos locais de observação da fauna local.

O clima das ilhas é oceânico, frio, com muito vento e úmido. A variabilidade do tempo diária é típica em todo o arquipélago. A chuva é comum por mais de metade do ano, com média de 610 milímetros em Stanley e queda esporádica de neve ocorre quase todo o ano.

O passeio do turista começa justamente pela capital das Ilhas Malvinas, Port Stanley uma cidade que ainda conserva seus ares e jeitos de cidade inglesa; sempre bem cuidada, limpa e que tem como atração a sua catedral e o edifício do governo. Outro ponto curioso da cidade são os telhados das casas, cada um de uma cor diferente.

Para quem quiser ver os pingüins mais de perto, já que as Ilhas Malvinas são quase que uma extensão da Patagônia, é preciso ir até Gypsy Cove; uma área de preservação dos pingüins. Todo o percurso lá é feito a pé, justamente para você observar a fauna do local. Os pingüins de lá estão acostumados as visitas dos homens, então eles não vão se assustar com a sua presença.

As maiores atrações mesmo das Ilhas Malvinas são a natureza e o estilo de vida inglês das cidades. Há para se visitar todos os prédios públicos do local, como a casa governamental e até mesmo os correios é altamente pitoresco.

E para terminar a visita, nada melhor do que conhecer o museu do local que fica na Holdfast Road. Esse museu conta todas as histórias das Ilhas Malvinas e você ficará conhecendo todo o passado do local, desde a colonização até a guerra entre a Inglaterra e a Argentina pelo domínio das Ilhas Malvinas.

E não se esqueça de tirar uma bela foto do alto das Ilhas Malvinas. Para isso você terá que ir até o morro Kent; só lá você poderá ter uma exuberante vista das Ilhas Malvinas e se deliciar com o esplendido por do sol local. Para chegar até as Ilhas, é recomendável que você contrate uma agência de viagem que organize tudo para você.

*** Fotos retiradas da página oficial do Facebook.

Página Oficial: – Facebook Falkland Islands

50 Comentários

  • Nossa, quantas vezes a expressão “Ilhas Malvinas” aparece no texto sobre as Ilhas Malvinas, cujo nome correto é Ilhas Falkland e não “Ilhas Malvinas”? “Ilhas Malvinas” é como os argentinos chamam aquele lugar e esse não é seu nome oficial.
    E o que você quis dizer com “A população vive ainda como se as Ilhas Malvinas fossem colônia britânica”????? As FALKLANDS ainda são uma colônia britânica, então eles não poderiam viver de outra maneira por lá, não é?

    Abs.

    • Óoo Sniffer agradeço imensamente o seu esclarecimento, obg pela sua participação. Aproveito para esclarecer q poucas pessoas conhecem as Ilhas Malvinas como Ilhas Falklands, e como o nosso blog não é dedicado a nerds decidimos colocar no post o nome mais conhecido 😉 Ahh obrigadinha pela observação acerca da côlonia, já foi alterado! 😉

    • Caro senhor: Por direito, as Ilhas Malvinas são Argentinas. Leia um pouco da história e o senhor ficará sabendo a verdade. Na independencia argentina, as ilhas faziam parte do território e depois os ingleses tomaram. Abs.

      • Ora bolas, pelo amor de Deus e quem é aqui que está dizendo que Argentina ou Inglaterra é dono de alguma coisa, isto é apenas um artigo sobre as Ilhas Malvinas….isso é que dá não ter o que fazer!
        Que polêmica idiota!

    • Você está puxando a sardinha para os ingleses é????
      Eu chamo e sempre chamarei de Malvinas, pra mim essa ilha pertence ao nosso continente entao vou torcer para que os argentinos requeiram o territorio no tribunal internacional e ganhem a anexação do arquipelago. Eu espero que num futuro próx as Malvinas sejam dos argentinos e tmb dos sul-americanos e nao dos europeus.

      • As ilhas são inglesas e se voce pensa que a Argentina pode recuperá-las, provavelmente não ficou sabendo do cacete que os Hermanos levaram na época…sou brasileiro, vou sempre as ilhas e tenho conhecidos por lá, se algum dia a Argentina ousar invadir de novo, saio daqui e vou lutar com os Kelpers.

        ”Deus salve a rainha!”

        • As ilhas sao Falklands, nao Malvinas. Os Kelpers tem o direito de determinar o seu futuro e, se nao querem viver sob a corrupcao e a falta de respeito pelas leis que existe na Argentina, só podemos apoiá-los nesta nobre e inteligente escolha!

    • amigao as malvinas sao argentinas e ponto final agora quem usurpa e desfruta da soberania e a inglaterra voce nao teria essa visao se uk nos tomassem fernando de noronha.

      • se forem tomar Fernando de Noronha vou correndo pra la pra ser cidadão de um lugar melhor e abandonar esses documentos brasileiro… quem viaja pelo mundo sabe a dor de cabeça q dá ser brasileiro.

        • Sua atitude é um pouco extremista mas eu acho que eu faria a mesma coisa. É muito bom ser Brasileiro e eu me orgulho muito disso, mas a dor de cabeça em se viajar como foi mencionado, é real e um outro passaporte de um outro pais viria a calhar para evitar essas situação. Sobre o nome da Ilha, Malvinas ou Falklands, a ilha não perde o encanto e a sua beleza, mas contra fatos não há argumentos, o arquipelogo é Britanico e o nome oficial é Falklands, e como lá vivem pouquissimos Argentinos, algo quase insignificante, acho por questão de respeito, usar do nome Falklands, é só minha opinião, nenhum radicalista precisa contestar por não estou aqui para discutir, apenas expor o que eu acho sobre essa terra maravilhosa que está acima de qualquer guerra ou discussão sobre seu nome, um abraço a todos e se um dia tiverem a chance de ir para Falklands (ou Malvinas rs), recomendo que façam essa viagem, será uma viagem para se lembrar por toda a vida, ainda quero voltar para lá, só que para viver. Até mais.

          • Danilo, sou brasileiro, tenho um casal de filhos 9 e 3 anos, tenho curso em engenharia civil e mestrado em informatica, possuo tb a cidadania italiana, com seu conhecimento e contatos com a as ilhas Falklands, posso migrar para lá, como vc poderia me ajudar?
            Att.
            Andre .`.

  • Ahhhhhh Sniffer, acredito que um livro de Historia te seria muito ùtil !!!!!
    Não foram “os argentinos” que as chamaram de Mavinas, não…não…não….!!!!
    Os Argentinos chegaram em 1820, quando montaram uma colônia penal nas ilhas.
    No século XVIII, em 1764, Louis Antoine de Bougainville fundou uma base naval em Port Louis (Malvinas Oriental). O francês chamou-a de Îles Malouines (Ilhas Malvinas) em referência à cidade francesa de Saint-Malo. Ignorando a presença francesa na ilha, em 1765, John Byron (Britânico) estabeleceu uma base em Egmont (Malvina Ocidental). Em 1766 a França vendeu sua base para a Espanha, que declara guerra à presença inglesa nas ilhas, mas a disputa se acalmou no ano seguinte, decidindo-se que a parte oriental seria controlada pela Espanha e a parte ocidental pelos britânicos.
    Fonte:Wikipédia, a enciclopédia livre.

    • Olá, penso que sim mas para tanto penso que é necessário vc consultar um despachante de assuntos internacionais, penso que será apgar certas taxas específicas pelo transporte da mesma e o despachante poderá te orientar em como proceder.

    • Se for pensar assim então devemos todos voltar pra Europa pois por aproximação a América é dos indígenas.

  • Por aproximação pertenceriam à argentina, mas de fato não são, aliás, sorte dos habitantes das ilhas Falkland. A inglaterra historicamente cuida muito melhor das suas colônias do que qualquer outro país. Se aproximação determinasse domínio territorial a Australia teria pertencido ao Japão ou à Indonésia e não à coroa britânica.

  • compartilho com o comentário do José. sim, por aproximação, as ilhas Malvinas pertencem à Argentina. ocorre que os ingleses, com toda sua ganância e arrogância, vieram e tomaram para eles. infelizmente, os países sul-americanos não tem tradição (ou não perceberam ainda) a imprtância de se unir em assuntos como este, envolvendo interesses internacionais. países como o BRASIL, por exemplo, deveriam aproveitar o momento e, em benefício dos próprios povos dos países da América do Sul, posicionar-se favoravelmente ao país sul-americano (no caso, a Argentina) neste assunto específico das ilhas Malvinas. por acaso vcs já perceberam que a Inglaterra (ou Reino Unido, não interessa), declararam-se donos de quase todas as ilhas do hemisfério SUL? é lamentável que em assuntos como esses os países sul-americanos não atuem em conjunto, provavelmente por conta de uma merda de rivalidade que existe no futebol e se extende a ponto de prejudicar interesses próprios em outros assuntos de MAIOR importância como este. enquanto os europeus se unem cada vez mais, nós, sulamericanos, continuamos agindo de forma equivocada, contrária aos nossos próprios interesses. como bem dizem os argentinos, “las Malvinas son argentinas”. e eu concordo.

    • Na guerra de 1982 a Argentina lutou com 10 mil soldados sendo que morreram no confronto 750 homens. A Grã-Bretanha lutou com 28 mil soldados e morreram 256.
      A retomada política da discussão pela Argentina para ter as Ilhas Malvinas é pura perda de tempo!
      Embora com crises econômicas dos dois lados, numa possível e teimosa retomada da guerra agora, o Reino Unido sairá vitorioso de novo.

    • Então novamente sou obrigado a dizer Marcelo. As ilhas são inglesas e se voce pensa que a Argentina pode recuperá-las, provavelmente não ficou sabendo do cacete que os Hermanos levaram na época…sou brasileiro, vou sempre as ilhas e tenho família residindo lá, se algum dia a Argentina ousar invadir de novo, saio daqui e vou lutar com os Kelpers.

      ”Deus salve a rainha!”

      Obs: Jamais os Islanders vão preferir estar sob o domínio da nova ditadura argentina, que além de falida se apoia sobre uma presidente mal instruída e enganadora.

    • Realmente vcs tem razão: por aproximação tem uma carreta estacionada na minha porta… logo É MINHA… onde eu reinvindico a posse ???

    • Marcelo, o Brasil, não só se posicionou na época da guerra entre Argentina e Inglaterra pela posse das Flalklands/Malvinas, como já havia se posicionado, diplomaticamente antes do episódio e continua se posicionando a favor do nosso vizinho Argentina. Diferentemente do Chile que apóia o Reino Unido.

  • Olá amigos,politicas a parte,as ilhas são lindas pelo que vejo na tv ou net.Gostaria de saber como visitá-las,como proceder,obrigado.

  • Pelo amor de Deus eu só queria fotos das ilhas pq. pretendo conhecê-las. Não briguem tanto pois elas são inglesas e continuarão sendo, se Deus quiser pq. chega de Argentina e Brasil e Paraguai e Colombia e, e, e, . Se fôssemos colonizados pelos ingleses, não haveria políticos como os nossos e se houvesse, estariam na cadeia. Acirrei a briga????

  • Na minha opinião, os fatos mostram que a ocupação das ilhas do planeta não depende só do descobridor, é necessário algo mais. A posse começa com a tomada de ocuppação e mesmo assim a colonização não está garantida se não houver reconhecimento mundial defesa necessária e suficiente para revidar invasões de países estrangeiros, como mostrou o Reino Unido na última guerra com a Argentina no século passado. Por sinal as ilhas foram antes da França e de lá herdaram o nome. Aproximidade de continente é argumento relativo. Sem posse, interesse, reconhecimento mundial, presença em massa e planos de defesa, ilha alguma pode ter garantida sua soberania. Resta as negociações diplomáticas como caminho para as nações descontentes. Muitas trocas de terras e ilhas, sob negociações, foram feitas no passado ajustando descompassos lindeiros ou geo físicos, de assentamentos humanos por linguas, religião, e até principios filosóficos etc. e continua valendo mediante acordo de todos. Hoje, a solução que ninguém deseja é a força das armas. Isto tinha validade relativa na época das descobertas das terras do Globo terrestre, por isso os habitantes de civilizações primitivos levaram a pior. Hoje as delimitações são conhecidas. Resta a negociação!

  • Você prefere fazer parte da Argentina ou da Inglaterra????
    Estamos fazendo uma campanha para passar a Ilha de Santa Catarina para a Inglaterra, ou quem sabe Alemanha…. Chega de rafuagem

  • Quem ai apoia a Argentina se torna cada vez mais facista como é o governo Argentino uma Gangue Facista que subestimaram a Soberania do Reino Unido tentando tomar o que é nosso por direito, com o argumento que a ilha fica próxima então vamos impor que as ilhas Canarias Pertencem ao Marrocos por que estar ainda mais próximo do que as FALKLAND ISLAND estão da argentina. E os desgraçados argentinos eu digo As ilhas Falkland pertencem a Grã Bretanha e a nos sempre pertencerão e sempre que tivermos que entrar em guerra entremos pois nenhum soldado morrerá em vão pelas Falkland, pois a MARGARET THATHCER que teve a ousadia de defender os princípios da soberania inglesa pois se não horarmos nossos princípios não horaremos nada.

    Sir Derek, Lord de Ferro

  • OBS: E se esses princípios não valem pergunte aos Kelpers de quem eles querem pertencencer se ao uma republica falida com uma presidente desestruturada que
    quer ser igual a nossa Margaret Thatcher ou a uma monarquia que rege os princípios
    básicos de uma nação que é rica e prospera.

    Deus Salve a Rainha

  • que bom seria se nos tivéssemos sido colonizado pelos Ingleses;os descendentes desta corja de corruptos e ladroes estariam todos no inferno

  • kkkkkkkkkkk……ri muito …é muito engraçado ver o ser humano brigando por terra …daqui a pouco estaremos todos de baixo dela ….kkk…quanto a soberania das ilhas …isto tem que ser melhor discutido …antes da guerra eu nem sabia que esta ilha existisse

  • Boa tarde, gostaria muito de saber como viajar do Rio para as Malvinas.
    É complicado achar algo bem definido.
    Poderiam me ajudar?
    Achei muito interessante o texto de vcs e reforçou minha vontade de vistar essa parte da America do Sul.
    Abraço

  • Paulo, sou brasileiro, tenho um casal de filhos 9 e 3 anos, tenho curso em engenharia civil e mestrado em informatica, possuo tb a cidadania italiana, com seu conhecimento e contatos com a as ilhas Falklands, posso migrar para lá, como vc poderia me ajudar?
    Att.
    Andre .`.

    • Andre, li o seu escrito e, a pesar de residir e ter uma empresa radicada no Rio de janeiro, justamente estou na mesma temática que o senhor, la de nos ir com a nossa família, esposa e filho de dois anos a viver as Falkland Islands. A nossa decisão se deve a falta de violência nas ilhas e nível nulo de criminalidade, os quais são os dois motivos principais da nossa decisão. Também lhe escrivei umas linhas ao senhor Paulo pelo mesmo assunto que, se ele permite de boa vontade, seguramente lhe facilitará os modos para poder me contactar e conversar ao respeito. Sem outro motivo em particular, rebeba um cordial saludo.
      Atenciosamente, Alejandro

  • boa noite…

    gostaria de saber se nas ilhas malvinas tem escolas de ingles…..quero me aperfessoar no ingles.

    gostaria de mais informações por ffavor…se tem como ir de avião para la saindo de sp

  • Gostei muito do post ate pq e dificil encontrar informaçoes sobre as malvinas so n ficou claro pra mim como eu chego la e sobre a briga acho q as ilhas deverian ser indepententes assim poderiam aproveitar melhor sua propria riqueça natural e acabaria com esse briga.

  • QUERIDOS, AS ILHAS FALKLAND OU MALVINAS NÃO SÃO DOS ARGENTINOS OU INGLESES. APENAS ELES MORAM LÁ. É MAIS UMA GRANDIOSA OBRA DESSE NOSSO DEUS DE MARAVILHAS NADA MAIS. VAMOS MORRENDO, E VEM OUTRAS GERAÇÕES E ASSIM COSTUMAMOS DIZER: ESSE É O MEU SÍTIO,MINHA FAZENDA, MINHAS TERRAS. PURA ILUSÃO FICA TUDO AQUI, NÃO LEVAMOS NADA DISSO. ELES BRIGAM ENTRE SÍ NÃO PELA POSSE DAS ILHAS, E SIM POR SUAS RIQUEZAS NATURAIS: GÁS, PETRÓLEO ENTRE OUTROS. É O DINHEIRO QUE ESTÁ NA FRENTE, TUDO É VAIDADE DEBAIXO DO SOL. TUDO VAI FICAR AQUI. ABRAÇOS E DEUS OS ABENÇÕE GRANDEMENTE. stoessel pinheiro.

    • Caro stoessel, eu me envergnho profundamente com a corrupção e a vulgaridade de certos ritmos e costumes do Brasil e sem dúvidas que se houvesse uma ilha ocupada por ingleses, aqui perto eu iria correndo morar lá. Achei sua definição maravilhosa, tudo mundo luta para ser feliz, mas se tratando de terras, a gente morre e fica tudo aí. Como meu irmão me disse uma vez: Nascemos pelados e morremos com uma unica muda de roupa. Deus abençoe a sua vida, cntinue assim. Jacqueline Martins

  • Puxa que pena!
    Falaram e falaram e ninguem respondeu como se pode visitar as Falklands, que era o tema principal.
    joe

  • Caros, acredito que a discussao nos enriqueceu ainda mais. No entanto, tenho dúvido de qual seja o MELHOR MEIO a se chegar na ilha, saindo da Argentina. Gostaria de ter dicas de hospedagem, melhores pontos turísticos, alimentacao etc. Preciso muito dessa ajuda! Infelizmente, para lá ainda há pouca informaçao turistica divulgada. Grata 😉

  • Existem voos comerciais do Brasil para as Malvinas? se não como seria a escala? o turismo na ilha tem preço acessivel? quem poderia me responder.

  • Aqui tem um monte de brasileiro pagando pau pra argentino, mais reivindicar a Guiana francesa devolta para o Brasil ninguém quer né!! Caso os senhores não saibam, o território que hoje é a Guiana francesa (estado parte da frança e membro da união européia, quem nasce na Guiana francesa é francês e europeu) fez parte do Brasil pelo mesmo tempo que as falklands pertenceram a argentina. Mais brasileiro gosta de se importar com os outros, nunca conosco….

Deixe Comentário

Insira Por favor o resultado, para poder avançar