Dicas para escolher o melhor seguro viagem

Contratar um seguro viagem permite explorar o mundo com tranquilidade e segurança. Planejar uma viagem é sinônimo de muita diversão e ansiedade para a maioria dos viajantes. No entanto, alguns de levar na mala um item para garantir segurança e tranquilidade: o seguro viagem.

Ao escolher o destino, muita gente se pergunta se realmente existe a necessidade da contratação de um seguro viagem. A resposta é sim! Ninguém espera que acidentes ou imprevistos aconteçam, mesmo em viagens pequenas, mas com um seguro viagem é possível ficar mais confortável caso isso ocorra, com a garantia de você receber prontamente atendimento especializado. Além disso, é normal que uma pessoa conheça as leis e como funciona o serviço de seu próprio pais, mas não de um local estrangeiro. Em alguns países, por exemplo, o serviço de saúde público não existe e os privados são muito caros, podendo extrapolar os gastos totais da viagem. Em outros casos, é obrigatório apresentar um comprovante do seguro viagem antes de conseguir entrar no destino esperado.

Se a ideia é economizar, ao contratar um seguro viagem é importante fazer uma cotação no mercado, já que há uma variedade de empresas corretoras e seguradoras oferecendo diversos planos, dos mais simples aos mais elaborados.

Dicas para escolher o melhor seguro viagem

Com certeza o viajante terá dificuldade para escolher, mas, com estas 11 dicas infalíveis para escolher o melhor seguro viagem, o passeio será bem mais tranquilo:

SAIBA A DIFERENÇA ENTRE ASSISTÊNCIA E SEGURO VIAGEM

Os planos com assistência médica oferecem tratamento dentro de uma rede credenciada e quem os contrata não necessita realizar nenhum tipo de reembolso durante qualquer procedimento. Já no caso do seguro viagem, o segurado pode escolher a clínica em que quer receber o atendimento, pagar a despesa e solicitar o reembolso posteriormente. Em ambos os casos o explorador garante o atendimento, mas é bom pensar se haverá recursos disponíveis para pagar por uma emergência na hora.

OBRIGATORIEDADE

A maior parte dos países europeus exige que o turista tenha um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros. São eles: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Itália, Irlanda, Islândia, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Tcheca, Romênia, Suécia e Suíça. Em Cuba, também é necessário ter realizado a contratação antes de passar pela imigração.

INFORME A SEGURADORA OS DETALHES DA VIAGEM

A comunicação entre seguradora e viajante é fundamental para que um bom serviço seja prestado. Isso porque, ao saber de alguns detalhes sobre o passeio, o corretor pode indicar o melhor seguro e a cobertura necessária. Lembre-se que o melhor seguro viagem é aquele que melhor se adequa a sua viagem.

SAIBA SOBRE AS INTERVENÇÕES E CUSTOS NO DESTINO

É recomendável que o turista pesquise por alguns procedimentos médicos no país de destino, como uma diária em um hospital ou uma intervenção cirúrgica. Assim, já é possível ter uma noção se compensa mais um seguro ou uma assistência e evita cair em golpes, como a venda de seguros muito baratos que não pagam as despesas necessárias. Os Estados Unidos, por exemplo, é conhecido por ser um dos líderes mundiais em custos de serviços médico.

CONSIDERE TODAS AS COBERTURAS

A maioria dos exploradores costuma considerar somente o seguro contra morte acidental e assistência médica, mas, se a verba permitir, é importante ficar de olho em outras coberturas, pois pode haver recursos vantajosos, como assistência jurídica, extravio e atraso de bagagem, cancelamento de viagem, medicamentos, assistência odontológica, extensão de internação hospitalar e de diárias em hotéis, passagem de ida e volta para familiar, e muitas outras facilidades em caso de imprevistos.

ESCOLHA A COBERTURA COM O PERFIL DA VIAGEM

Para cada tipo de viagem existe uma cobertura mais adequada: nas viagens de negócios, dificilmente você praticará esportes radicais, e não será necessário contratar um seguro que cubra os possíveis acidentes. O oposto também vale, e, caso a viagem envolva riscos, a melhor opção é encontrar um plano que possa minimizá-los, pagando um pouco mais caro por esta segurança.

COMPARE OS PLANOS

Comparar as coberturas de seguro viagem oferecidas por agências de viagens, empresas de cartão de crédito, corretoras e seguradoras vai fazer diferença no orçamento e no plano contratado. As agências de viagem, por exemplo, oferecem bônus ao fechar também o seguro viagem, mas muitas vezes com planos básicos. No entanto, ao buscar os seguros por conta própria, quem vai viajar acaba se informando melhor e garante uma cobertura que evita os imprevistos que poderão existir.

VEJA SE O PLANO COBRE DOENÇAS PREEXISTENTES

Ao contratar um seguro viagem, cheque se o plano cobre doenças preexistentes se este for o caso. No Brasil, esse tipo de cobertura não é comum, e  se o viajante possuir alguma doença crônica que se manifeste fora do território, pode haver complicações de todos os tipos na hora de conseguir ajuda para a saúde.

COMPARE OS PREÇOS

Para economizar, é preciso comparar. É por isso que pesquisar os valores e os planos e ir anotando tudo para fazer uma análise acaba rendendo um ótimo custo-benefício para os viajantes. Se a busca realizada online, a maioria dos sites já permite fazer comparações de forma fácil e rápida para garantir a melhor oferta.

SEGUROS ATRELADOS AOS CARTÕES DE CRÉDITO

As empresas de cartão de crédito estão diversificando, e também oferecem seguro viagem, embora essa não seja a especialidade delas. Os benefícios do seguro, neste casos, costumam estar atrelados à renda disponível no cartão, de forma que os limites baixo, intermediário e alto possuam planos simples ou sofisticados.

EM CASO DE DÚVIDAS, CONTATE A SUSEP

A Superintendência de Seguros Privados (Susep) é um órgão do governo Federal responsável pela fiscalização e controle do mercado de seguros. Portanto, para sanar qualquer dúvida em relação a uma seguradora ou corretora e se informar sobre seus direitos como segurado, a Susep disponibiliza de uma central de atendimento pelo telefone 0800 021 8484.